eBooks Amazon

Traduzir Dê Português para Chinês Traduzir Dê Português para Espanhol Traduzir Dê Português para Italiano Traduzir Dê Português para Françês Traduzir Dê Português para Inglês Traduzir Dê Português para Alemão Traduzir Dê Português para Japonês Traduzir Dê Português para Russo
TRANSLATE

A entrevista que todo blogueiro sempre quis fazer com um escritor, mas não soube como perguntar – O retorno


 
Título: No silencio do coração
Autor: Fernando F. Fasoli
Editora: Theus
Gênero: Romance com fundo espiritual
2° Edição/págs: 375
ISBN: 85-88824-04-03
Para adquirir o livro AQUI
Resenha no Skoob


Hoje estou por aqui para fazer uma recomendação de livro, mas dessa vez, a recomendação não é para o publico em geral... Explico:
No "Silencio do coração", de Fernando F. Fasoli é um romance com fundo espiritualista, o encontro do autoconhecimento, um desabafo, um "diário" que deixou de ser secreto quando o autor o publicou, uma autobiografia fantasiosa ou uma ficção verídica, ou ainda, ao contrário, fica a critério do leitor ponderar (já que muitas vezes o real parece mais estranho que a ficção).
www.fasoli.com
Lembranças da infância que começam num bairro chinês do Peru e o primeiro contato do protagonista (o próprio autor) com os ensinamentos das artes marciais. Filosofia e espiritualidade oriental dão vida à obra, trazendo no decorrer de várias páginas: aprendizado, amores e desamores, encontros e desencontros, a vida adulta e uma busca incansável pelo conhecimento. PS: A fé aqui, no campo da espiritualidade, é encarada como uma opção e não como dever. (ponto ao escritor!).
Todos os que habitavam o Templo de Shaolin tinham ideias próprias e não havia uma ordem religiosa a seguir, todos respeitavam a religião do outro, seja ela qual for. (pág. 42).
A mensagem principal da obra, tendo o leitor ou não algum tipo de crença, é a prática do amor e respeito, a si mesmo e para o próximo; a percepção da essência nas menores belezas, evidencias que existe algo além do tangível... No meu ponto de vista, ensinamentos ou lembretes inerentes à autoajuda, sempre serão válidos para o desafio que é viver a vida (o aspecto sonoro do pleonasmo é proposital aqui). Outro ponto de vista (sempre particular) é que ao ler a obra não me senti obrigada a acreditar no campo espiritual destacado, ou seja, não houve imposição de valores. De fato, pareceu-me que o autor pratica os ensinamentos que prega, mostrando-nos que a fé, como opção de caminho individual, é bonita de ser vivida, sentida e compartilhada. (Afirmo isso de acordo com as sensações de cada acontecimento, lugar, e, energia positiva que extrai da obra em questão).
O segredo da harmonia, do desenvolvimento, da vida, da coerência, da liberdade e da realização nessa existência está em saber amar com consciência, e mesmo que eu tenha certeza de que eu ainda não conseguiria atingir e compreender tudo isso dentro da minha alma que não morre, acho que estou no caminho certo. (pág. 370).
No silencio do coração caiu nas mãos de uma pessoa cética, ateísta, descrente... porém, não inflexível de todo. Depois dessa leitura, não posso dizer que creio no que li e tampouco que creio em algo (e nem era essa minha função ou a missão do autor), mas sim posso afirmar que a vida parece ter mais sentido para aqueles que acreditam que esse "mundo" não é tudo e as “coisas” não acabam por aqui...!
Cada um de nós tem um eterno caminhar de constante desenvolvimento, e nada justifica criticar, julgar ou rotular. Ninguém é juiz de ninguém. Cada um vive o seu momento único e assim pode e deve ser respeitado. (pág. 369).
Recomendo para todos aqueles que têm um lado espiritual pulsante!

Curiosidade: A capa do livro é uma pintura de Fasoli, chamada “O grande azul”.

Álbum de fotos by Boutique
  "Cara a cara com Geyme Gouvêa" 

Episódio: "Fasolando" no Boutique de Ideias!




F.F.F
GG

                     

                       X



     A ENTREVISTA      







GG- Fernando, você deixaria de ser um “FFF” para ser um “BBB”?
FFF- Nuncaaaa! Creio que os meios de comunicação em massa deveriam ser usados com mais inteligência, o que não ocorre, deixando as pessoas cada vez mais burras e alienadas. E o que é pior, as pessoas passam a achar que aqueles “valores” são a realidade. Se assisti?... Tentei assistir o 1, sim, mas graças a Deus a televisão tem um botãozinho chamado OFF, e continuei lendo um livro. É um programa que mostra os Egos descontrolados das pessoas, e isso as torna muito feias. Na TV temos poucas opções que libertem a mente das pessoas, mas graças aos canais abertos, podemos ver coisas muito interessantes. Creio que só há duas maneiras de expandir a mente do ser humano: Viajar muito (se tivermos $), pois nos tira de nosso mundinho pessoal. E outra maneira (a mais barata e acessível a todos), é lendo um bom livro... Um bom livro pode mudar a vida de alguém e também tirá-lo de suas limitações mentais... O BBB não muda a vida de um cérebro que já está morto... rsrsrs. Mas temos que respeitar todas as crenças, como dizem os personagens de meus livros. Tudo tem uma função no Universo, tanto o bem como o mal.
GG- No Templo de Shaolin, os monges respeitavam tanto a pluralidade religiosa quanto a nulidade desta?
FFF- Quando falamos do Templo Shaolin Geyme, temos que lembrar que os chineses sejam eles monges ou não, não tem o peso da palavra Religião em suas vidas, como na cultura Ocidental. O Budismo, o Confucionismo e o Taoísmo, são as três filosofias que influenciaram o povo chinês. Para eles, elas não são religiões. São filosofias de vida. Pelos séculos, sabemos que no Ocidente, o estado e a religião sempre andaram de mãos dadas, e deu nessa merda que está ai, como a época em que as doenças psicológicas e da mente mais cresceram. Ou seja, crescemos nos dizendo que tudo é pecado, que estávamos sempre errados, que não tínhamos vontade própria, e que tudo dependia de Deus. Um Deus de barba, sisudo e que está lá no céu. Em resumo, nos tiraram todo o poder de nossas decisões e de nossa alma. É nossa alma que escolhe o que é melhor para nossa evolução. Não devemos dar esse poder a ninguém. E mesmo quem não acredita em nada disso, se fizer escolhas com alma e não com a cabeça dos outros, sempre evolui. Tiraram nossa liberdade de escolha e de pensar.  Mas, se formos atentos, veremos que todas as religiões falam as mesmas grandes verdades. Sabemos que o problema não são as religiões e sim, os religiosos... Os homens e suas esquisitices e interpretações limitantes... Nos meus livros, sempre há personagens que acreditam em seu Deus Interior... Quando o homem encontrar isso, e não aquele Deus externo que nos venderam, ele realizará coisas fantásticas, tanto na ciência como no espírito.
GG- Por que existem várias crenças e apenas uma ciência?
FFF- Os homens de mente limitada é que criaram todas essas divisões. Mas graças a uma vertente de cientistas (através da Física Quântica, como exemplo) e de espiritualistas modernos e lúcidos (diga-se de passagem, rsrsrsrsr), estamos entrando em uma nova fronteira, onde creio que no próximo milênio, evoluiremos muito, tanto na ciência, quanto na espiritualidade. Podemos citar Einstein, que estava à frente do seu tempo. Um homem da ciência que foi além dos métodos cartesianos, que via a vida com muito amor e bom-humor, o que procuro passar para muitos dos personagens que crio nos livros. Einstein disse: “A imaginação é mais importante que o conhecimento”. Ponto para ele e para os escritores.
GG- Por que justamente a pomba, o pássaro que simboliza harmonia e paz, é transmissora de tantas doenças? Ou, ao contrário, por que justamente um animal transmissor de doenças foi escolhido como símbolo da paz?
FFF- Nunca pensei nisso, Geyme (rsrsrsrs).... A resposta correta (buscada no Google... rsrsr...): Na mitologia cristã e na judaica, um pombo branco é um símbolo da paz. Isso vem do Antigo Testamento: um pombo teria sido solto por Noé depois do dilúvio para que ele encontrasse terra. O pombo então volta carregando um ramo de oliveira em seu bico e Noé constata que o Dilúvio havia baixado e que novamente havia terra para o Homem. (Gênesis 8:11). Isso simbolizava que Deus havia terminado a sua "guerra" contra a humanidade. Agora a minha explicação apócrifa (ainda não achada nos manuscritos do Mar Morto) do porque a pomba tansmite tantas doenças, e também porque ela defeca nas pessoas que passam na rua... É que ela come catarro e restos de cachorro quente que os humanos jogam na rua (uh! Que nojo!)... Nada mais justo. A lei de causa e efeito age sobre todos nós. A Natureza é inteligente e cria o equilíbrio nas piores situações. O teu cuspe que você deu na rua, volta “divinamente” no seu terno Armani .... rsrsrs.
GG- Você acha que alguns escritores deveriam aprender a LER antes de ESCREVER um livro?
FFF- Todo escritor usa muito a imaginação. E ler é o melhor exercício para a imaginação. Então, a meu ver, quanto mais um escritor ler, mais ferramentas ele terá para suas criações. O hábito de ler tem que ser criado na infância para adquirirmos esse vício saudável. Ler sem preconceitos e dogmas no fantástico e diverso mundo da literatura, para depois escrever o  primeiro manuscrito de um livro com o coração, e uma segunda versão com a razão. Um escritor de mente livre escreve rápido e cria personagens fantásticos. Um leitor de mente livre interage com o escritor e seus personagens e cria um mundo só dele... Escritor e leitor passam a ser criadores de mundos... Isso sim é espiritual... Isso é apenas uma das facetas de nosso Deus Interno criando um novo Universo... Portanto volto a dizer, espiritualidade não tem nada a ver com religião... Espiritualidade é um ato de criação... Os médicos que me desculpem, mas enquanto eles salvam vidas, os escritores criam mundos. Prefiro os segundos....  rsrsrsr.

GG- Há muita (imbecilidade) vaidade no mundo literário dos escritores?
FFF- Muita mesmo. E como você diz Geyme, imbecilidade combina muito bem com vaidade exacerbada. Creio que alguns escritores se deixam levar pelas honrarias e começam a achar que são melhores que os outros escritores. Esquecem-se que são apenas um best seller. E isso, só diz que você vende bem seu livro, e que não necessariamente seja um bom escritor (mas exceções existem)... Mas para falar a verdade, no meu círculo de amigos escritores não conheço nenhum escritor com repentes de estrelismo... A natureza é inteligente e os semelhantes se atraem por afinidade. Um escritor, nunca pode perder o contato com seus leitores, pois o sucesso pode se passageiro, e quando todas as luzes se forem, só restará o escritor, uma folha de papel em branco e seus leitores. Isso é o suficiente para ele criar uma nova história... O escritor tem que fazer sucesso e ser lido por milhões de leitores?... Com certeza sim, mas com os pés firmes no chão e a cabeça nas estrelas...
GG- Você acredita que agora, com a invasão do E-book, haverá mais chance para novos escritores entrarem no mercado?
FFF- Isto já é um fato e uma realidade. A internet e as redes sociais são uma ferramenta fantástica para os autores que não conseguiram um espaço no livro impresso... Todo escritor já passou por centenas de negativas de seus originais nas grandes editoras do mercado (eu mesmo, já passei por centenas).  Mas as edições digitais e as redes sociais fazem com que o trabalho de novos escritores se prolifere e seja lido por novos leitores com uma velocidade espantosa. A internet aproximou o leitor do escritor, e vice-versa... Não existe mais o escritor recluso, de contatos esporádicos apenas com seu editor ou agente. O livro impresso sempre vai existir, e vai ser cada vez mais valorizado, mas os E-book tomarão conta do mercado, por dois motivos: As novas gerações serão cada vez mais digitais, e os E-books serão bem mais baratos que os livros impressos (o que já é um fato), permitindo que mais pessoas leiam. Como escritor e como leitor, sempre pensei que os livros deveriam ser para muitos e não para poucos. A era digital já está trazendo essa realidade.
GG- Se um dia você for famoso, continuará sendo um cara legal ou mandará seus fãs plantarem batatas na Cochinchina?
FFF- Obrigado pelo legal (rsrsrsrs)... Tenho certeza que continuarei sendo quem sou. E como sei quem sou, não poderia ser essa outra pessoa...  O que é ser famoso? Acho que um escritor escreve primeiro para acalmar sua imaginação, depois para ele e depois para os leitores, e se por um acaso meus livros virarem best sellers, só terei que a agradecer eternamente aos leitores. Um escritor busca uma grande satisfação consigo mesmo ao criar uma história e posteriormente o reconhecimento dos leitores. A fama passa, mas um bom livro pode ser eterno. Me concentrarei sempre mais em escrever do que em ser famoso... Além do mais acho irritante as fãs que gritam histericamente e choram, e ainda tentam arrancar a roupa de um ídolo qualquer... Nunca terão a minha cueca como troféu. Lutarei até a morte... rsrsrs. Parece um filme de terror... Anti-ansilíticos para todos... rsrsrsr.
GG- A partir de que idade se pode dizer que uma pessoa morreu de velhice?
FFF- Não é uma questão de idade. Mas digamos que quando uma pessoa parou de usar sua mente ilimitada ela já começou a morrer de velhice e também na sua evolução. Pessoas que levantam somente uma “bandeira”, também estão limitadas. A fonte eterna da juventude é termos uma mente livre, e beber de todas as vertentes... Adaptando isso a minha realidade de escritor, estou navegando por vários gêneros, como romance, autoajuda, comédia, terror, literatura fantástica, ficção científica, thrillers, poesia, contos, crônicas, etc. E é nesse mundo de criações literárias que vou achando minhas preferências... Morrer de velhice, não. Morrer escrevendo e lendo, sim... rsrsrs.
GG- Eu aprendi na filosofia que a essência das coisas e pessoas é o que as define como únicas. Apesar de haver buscado muitas vezes, jamais encontrei a minha essência. Você poderia me dizer qual é a sua? (juro que não vou usá-la como minha).
FFF- Minha essência como escritor é criar histórias e personagens fascinantes que realmente emocionem os leitores. Mas, acima de tudo, que o leitor ao terminar de ler o livro, aquela história o acompanhe em sua vida, em sua evolução. Já minha essência como pessoa é ver e interagir no mundo com muito amor e bom humor... Costumo ver um lado engraçado em tudo. Até em velório, imagino situações hilárias... rsrsrsr. A vida é extremamente simples. Se a vida está complicada temos que tirar coisas e não acrescentar mais e mais coisas. É como quando fazemos uma escultura de barro. O artista tira cada vez mais barro para chegar à essência da sua obra de arte. Somos criadores e criaturas ao mesmo tempo.
GG- Você disse em sua obra que “a espiritualidade é o poder de enxergar além do superficial”. Eu que não estou vendo nada, será que me ferrei?
FFF- Ahahahah!... Não é uma questão de ver, e sim de sentir. Ser espiritual é ir além da superfície. É ultrapassar a casca e chegar à essência. Olhar para uma árvore e não ver somente uma árvore, ver tudo que está envolvido nela, e ir além. Por exemplo, Geyme, você é espiritual quando escreve seus textos com muito humor, porque consegue ver um lado engraçado, onde para outros só existe o cotidiano e o comum... Isso é ser espiritual. Ver além do que os olhos veem. Ser espiritual não tem nada a ver com religião. Então Geyme, não precisamos ser religiosos, para sermos espirituais. Logo, você não está ferrada... rsrsrsr ... Continue escrevendo com espírito. É o que fará eu continuar lendo seus textos.
GG- Você acha que os ateus queimarão no inferno?
FFF- Não, porque o inferno não existe. Para mim, todo ateu é um grande pensador (vou arder no inferno por isso, rsrsrsrs). Por que precisamos acreditar em algo para nos definirmos como pessoas? Muitos ateus estão mais próximos da divindade, do que muitos religiosos. Uma mente livre está sempre mais próxima de sua essência, de sua alma. Em resumo, seja um ateu ou um religioso de mente livre. Viver do passado, limitar-se a dogmas, viver com medo e uma série de outras esquisitices, isso sim é viver no inferno. (o autor recebeu aqui 10000 pontos extras, para gastar como quiser!!!!!!!!)
GG- Sempre que alguém fala em “Peru” você lembra primeiramente do país, ou costuma fazer  outras associações?
FFF- Ahahaha!.... Quando estou com minha namorada, lembro sempre do meu Peru... (Putz! Ela vai me matar por ter dito isso). Para todo o resto, só lembro o país... rsrsrsrs.
E para encerrar:
GG- Por que raios, afinal, as lojas abertas 24 horas possuem fechadura?
FFF- Porque você estragou a entrevista Geyme???... rsrsrsr... (Esse é o meu ponto forte!! hehe)

Pinga – pinga 51:
- Um cara bonitão: Todo aquele que não tem a vaidade exacerbada.
- Uma mulher gostosona: Todas, as que não se tornam chatas... e... Madre Tereza de Calcutá... E é claro, minha namorada (tentando me redimir do comentário sobre o Peru...rsrsrrs).
- Um livro para colocar na fogueira: Nenhum... Mas pensando bem: Todos os de políticos que escrevem livros.
- Um escritor para colocar na fogueira: Os que estão passando muito frio... e os que não tem contato com seus leitores.
Geyme Lechner Gouvea
- Um palavrão usual (não podia faltar!): Tenho vários... Mas, um dos pronunciáveis é PUTZ. Costumo usar palavrões de línguas mortas, assim ninguém entende o que estou falando. PUTZ é a forma simplificada da palavra GROTZBORGIVARIATNUKZ. O que fica claro, porque preferimos a forma simplificada, PUTZ... Gosto dele, porque pode ser usado em dois sentidos:
No sentido bom, do tipo: PUTZ! Ganhei U$ 1.000.000 na bolsa de valores.
No sentido ruim, do tipo: PUTZ! Um pombo cagou na minha cabeça.


Fernando F. Fasoli, nasceu em 1962 na cidade de Caxias do Sul – RS – Brasil. Formado em Geologia e Gemologia, é também professor de Tai-Chi-Chuan e outras Artes Orientais. Para saber mais sobre o escritor, futuca AQUI.
Fasoli no Skoob

O autor conseguiu sair pela tangente com o uso de línguas mortas para safar dos palavrões... Eu terei que dizer que achei do caraleooo muito legal esta conferência . Agradeço a participação do nobre escritor e a todos aqueles que leram esta pequena entrevista até o final (sem enganações, hein!)!
Beijos aos meus patrocinadores, ao Bruce Lee, ao amigo Tai, ao FFF, aos BBBs do ostracismo, para a China e à Conchinchina!
Até a próxima, fuiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!
Ass: Geyme Lechner Gouvêa (a guardiã dos escritores), na luta contra as entrevistas babacas certinhas!!).

Kommentare:

  1. Geyme, irreverente como sempre, engraçada como nunca!!!
    Adorei a resenha, o vídeo ficou demais e a entrevista... hahahaha só você mesma pra fazer uma dessas com os literatos, menina dá onde vc tira essas ideias?? E mais, dá onde vc consegue esses escritores tão legais?? Adorei mais essa, como sempre, nota 1000!!!
    Gostei muito de conhecer o Fasoli, vou passar pelo site dele, ameiii!!!!!!
    Beijo e sucesso aos dois!!

    AntwortenLöschen
  2. Kkkkkkk adorei o vídeo, as perguntas e respostas, mas.... o autor não respondeu direito porque a pomba é o símbolo da paz??? Agora que vc perguntou, tb fiquei na duvida, por que, hein?????
    Apesar do campo espiritual não ser minha área preferida, adorei a resenha, o livro deve ser muito bom (pois com essas respostas que o autor deu, não resta outra opção, ambos já estão aprovados, hahaha).
    Que venham mais entrevistas como essa!! Assim a gente fica conhecendo o povo gente boa da literatura brasileira!!!
    Parabéns por ter inovado esse quadro de entrevistas com escritores na blogosfera, ficou muito melhor assim (do seu jeito), hahaha
    Beijo grande pro Fernando e pra você!!!

    AntwortenLöschen
  3. Geyme, você não é Midas, mas tudo que toca vira ouro!!!!
    Como vc fez esse vídeo, hein? Estou tentando fazer um com as minhas fotos, mas não fica nada parecido com os seus, haha
    Gostei muito de conhecer o Fernando e saber um pouco mais sobre a obra dele, ademais, o fantásticos das suas entrevistas é poder conhecer o bom humor dos escritores, adoro!!! E você estava certa ao dar tantos pontos extras a ele pela resposta do inferno, haha também achei demais!!! Excelente entrevista, vou passar pelo site do autor!
    Mil beijos!!!!!

    AntwortenLöschen
  4. Mas que entrevista legal! Boas as perguntas e boas as respostas do Fernando.
    Vc se saiu muito bem, GG!!!! E o Fernando mereceu os 10.000 pontos extras pela resposta brilhante. Muito gostoso conhecer mais das pessoas que lemos.
    Parabéns aos dois!

    Beijo!

    AntwortenLöschen
  5. Dieser Kommentar wurde vom Autor entfernt.

    AntwortenLöschen
  6. Miga, você é boa mesmo em fazer resenhas de livros, eu sou um caos, porque gosto de escrever curto, e isso, às vezes, impede uma boa compreensão do que se quer dizer né.

    Eu me interessei pelo livro. No tocante ao bem estar da alma, a paz de espírito, é comigo mesmo. Nem ligo se for considerado auto ajuda, contanto que o autor nao use de "imperativo" o tempo inteiro. Imperativo é "seguir à luta" nessa vida, e com ou sem auto ajuda, mas fazendo bem, tanto faz.

    Gostei da maneira que ele respondeu sobre a alma que envelhece a partir de quando desiste de usar a imaginação, porque é bem assim que eu penso também.

    Adorei a fotinho nova lá no Cris Style, pode endoidecer quantas vezes quiser e tirar várias hehe

    Você perguntou dia desses se tô no Skoob e eu esqueci de responder, mas nao tô nao. Atualmente sou mais uma leitora de blogs que livros. Nao sei se isso é bom, mas é a leitura que tenho feito com prazer, isso porque semana passada nao visitei nenhum blog, tô devendo um monte de visita, mas nao vou enlouquecer pra retornar tudo de uma vez só, porque sei nao vou conseguir. Fora o verão que chegou, e cê sabe, por aqui é tao curto, aproveito cada convite e quando vejo já tô na rua hehe.

    Beijinhos lindona, gostei muito desse post!

    # Eu vi o vídeo pensando ia ver você falando, foi uma surpresa nao estar.

    AntwortenLöschen
  7. @C.é Cricri!! Nao participei ativamente do vídeo pq gosto de dar uma representada, mas como o protagonista no livro do Fasoli era ele mesmo, (uma pessoa comum e corrente), faltou-me o personagem... Pra fazer resenha falada nao sou boa, só pra escolhambacao, hahaha Mas do mesmo autor, parece que surgirá uma oportunidade em seu próximo livro... vamos esperar.... Beijao, amada minha!! PS: Vou tirar foto no seu blog semanalmente, hahahahaha

    AntwortenLöschen
  8. @felipebrandao85eu te passei um e-mail, Fe!! Dps confirma o recebimento, viu!! Beijos da magrela!!!!!

    AntwortenLöschen
  9. Amiga, com este você se superou!
    Coitado do Fernando, se ele soubesse antes o que o esperava...
    Ei brasileirinha, ou brasileirona, você se comporte, pois o seu comportamento pode induzir este povo ai a achar que aqui só tem maluco.
    Que música é esta do vídeo? Senti algo de música andina.
    Apesar de voar em algumas partes adorei se post.
    bjusss

    AntwortenLöschen
  10. @M�nicaAh, eu me comporto bem na medida do possível, Nika!!! E se acharem que no Brasil só tem loucos, pra que coisa melhor??? haha Sobre a música nao sei dizer, nao, mas é oriental, roubei ao acaso da internet, hahaha (maluca e ladra!!!) Beijaooooo!!!

    AntwortenLöschen
  11. Geyme, caríssima. Publiquei esta postagem no Blogueiros do Brasil. O Mundo carece saber desse seu lado de entrevistadora, quase 'Hebe Camargo'. Kkkkkkk

    AntwortenLöschen
  12. @Assi SalesDivulga meu lado "Hebe", amigo, mas nao me chama de "gracinha"!!! E vc, já tomou seu psicotrópico hj???? hahaha Beijoooooo...

    AntwortenLöschen
  13. Geyme, minha amada.
    Adorei tudo. Desde a indicação do livro, que comprarei com certeza, e a entrevista com Fernando a qual achei o máximo. Seu jeito moleca de apresentar as coisas, é tudo de bom, sabia?
    Gostei muito de tudo que Fernando falou sobre o que e como ele escreve neste livro. Achei super interessante.
    Uma ótima semana e um "baita" beijo.
    Maria Paraguassu.

    AntwortenLöschen
  14. @blog da ParaguassuQuerida Paraguassuzinha, acredito que vc nao se arrependerá da leitura, está na sua praia, 100%!!!!! Depois quero saber tudo!!!! Um beijo tamanho do Brasil proce!!!!

    AntwortenLöschen
  15. Eu juuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuro que vou ler!rs. Só passei pra deixar um olá agora, mas voltarei ^^!

    AntwortenLöschen
  16. Fez uma excelente postagem. Uma sinopse muito interessante da obra e uma entrevista reveladora.
    Sua sugestão há que ser acatada, pois pelo que li aqui, a obra deve ser, realmente, interessante.

    Bjs.

    AntwortenLöschen
  17. Mas vc é um encanto mesmoooo!!!

    Uma diabinha, rsrsrs, que mais é uma fada...e tem seus encantos...vc é 10.

    Post maravilhoso, uma entrevista interessante, que nos impolga qto a leitura desse romance que deve ser óOOOOtimo!

    Tô comprando pra ler até o final das férias...me empolguei...rsrsrsr

    Amiga, o Tiozão Dos Blogueiros do Brasil,meu amigo fez um banner para o meu blog, quero v^-lo aqui, é o meu presente pra vc, pouquinho, mas de coração!!!

    Uma boa noite e um beijão procê....te adoroooooooo

    AntwortenLöschen
  18. Adorei a entrevista, principalmente a parte onde o Fernando diz: " Muitos ateus estão mais próximos da divindade, do que muitos religiosos. Uma mente livre está sempre mais próxima de sua essência, de sua alma. Em resumo, seja um ateu ou um religioso de mente livre." Muito legal a sua colocação e me mostra que há salvação para mim, que não sou atéia, mas que também não sou religiosa; não consigo acreditar em um Deus barbudo lá em cima controndo tudo, acho uma crença até infantil essa. E vc de diabinha fica demais...rs, gostei de conhecer aqui, beijos.

    AntwortenLöschen
  19. Geyme, o que pode me atrair num livro "espiritualizado" (sendo considerado ou não de auto ajuda) é a narrativa do autor vir acompanhada de suas próprias experiências etéreas e sem aconselhamentos, do tipo: "faça isso pois sua vida pode mudar" Aí, já vira ajuda forçada.rsrs. Nesse sentido você garimpou um livro fantástico. Sem contar que ler uma resenha sua é inevitável que a gente não fique no mínimo com um comichão de ler o livro, já que o seu talento e competência para esmiuçar as linhas e entrelinhas de uma obra é inigualável. Beijo grande, minha querida. Paz e bem.

    PS: o cara é da minha idade (e tô vendo que ainda não sei é nada da vida. hahahaha).

    AntwortenLöschen
  20. Por isso que gosto de estar aqui, você se revelou uma grande e atuante repórter de entrevistas e uma atriz de peso, mostrando-se com uma bela performance.
    Hoje estou também desejado aos amigos um feliz e robusto dia dos amigos e da amizade, espero que você encha aquela caneca de chopp escuro e brinde com todos os amigos que ver e virtualmente se relaciona.
    Abraço e muitos beijos de amizade.

    AntwortenLöschen
  21. @felipebrandao85
    Olá Felipe... grato pelo comentário... verá em meu livro que espiritualidade sem bom humor é a fórmula certa para tornar tudo mais leve... um grande abraço...

    AntwortenLöschen
  22. @Laura Elias
    Olá querida Laura... grato pelos 10.000 pontos de bônus... a Geyme soube extrair de minha mente reptiliana, o pior e o melhor... um grande abraço.

    AntwortenLöschen
  23. @C.
    Olá C.... Prometo que no meu livro não tem imperativos... O livro é uma grande viagem para dentro de nós, sem a pieguice de muitos livros de auto-ajuda... é um romance de fundo espiritual de pé no chão. Depois que ler me dá o retorno... Um grande abraço.

    AntwortenLöschen
  24. @M�nica
    Oi Monica... a Geyme se superou mesmo, no video e na entrevista... estava preparado para o soco no estômago das perguntas da Geyme... devolvo com outro soco... e entre tantos socos marcias, ficamos exaustos, contamos piada e viramos grandes amigos... Obrigado pelos cometários... um grande abraço.

    AntwortenLöschen
  25. @Assi Sales
    Concordo em gênero e número meu amigo... Precisamos de mais entrevistadoras como essa, que extraiam o tutâno dos escritores... Depois da entrevista fiquei com osteoporose...rsrsrsr. Um grande abraço.

    AntwortenLöschen
  26. @blog da Paraguassu
    Olá Maria... ficou show mesmo a entrevista da Geyme... foi a melhor entrevista que dei (não que tenha feito muitas,rsrsrs).Depois que ler o livro também quero sua opinião, pois como disse, sou um autor que preza muito o contato e a opinião dos meus leitores... Um grande abraço.

    AntwortenLöschen
  27. @Dayane Ok.
    Se jurou que vai ler, querida Dayane, vou querer saber sua opinião também.... porque se não ler, enviarei 4 Ninjas, aos meus serviços... cada um terá um livro meu na mão (autografado... e com foto 3x4 como marcador)e teras que ler os 21 capítulos na mesma noite...rsrsr...Um grande abra
    ço e boa leitura.

    AntwortenLöschen
  28. @MARILENE
    Oi Marilene... A sinopse ficou 10 mesmo. A Geyme é extremamente franca e verdadeira... E estou convocando a todos os seguidores dela a fazer uma campanha para mostrar mundialmente o que é ser uma blogueira literária de verdade... Geyme para presidente, e tenho dito... abração Marilene... viram, ainda estou no espírito da entrevista...

    AntwortenLöschen
  29. @M�rcia
    Olá Marcia.. realmente a geyme tem os dois lados... alias, todos nós como você viu na entrevista... Então que as férias cheguem logo para você ler o livro... um grande abraço e obrigado por ser uma leitora...

    AntwortenLöschen
  30. @Milene R. F. S.
    Olá Milene... Fazer o que nossa alma pede é o único caminho para a espiritualidade e a evolução... Reverencie ao seu Deus Interno sempre, e você fará coisas divinas... por exemplo, ler meu livro será uma coisa divina... rsrsrs... bj e obrigadão por participar com sua opinião.

    AntwortenLöschen
  31. @Cac� - Jos� Cl�udio
    Olá José. Com certeza captou bem a mensagem do livro, pois nunca vou fazer um livro de aconselhamento ou auto-ajuda, por isso o classifico como um romance auto-biográfica com fundo espiritual. 70% dos fatos são reais. Somente 30% fazem parte de uma ficção que criei para dar sequência a narrativa... Em resumo, o livro é uma grande viajem ao seu interior, para que a pessoa descubra coisas que já existem nela. Olhar para dentro, nunca para fora.
    Quanto a nossa idade não falemos disso... rsrsrs...o importante é que permaneçamos jovens de espírito. Um grande abraço e grato pelos comentários perspicazes.

    AntwortenLöschen
  32. @lucidreira
    Coincidência ou não, também falei para a Geyme sobre o chope... Um brinde aos amigos, a você e a Geyme.. grande abraço.

    AntwortenLöschen
  33. Geyme querida, as respostas sobre as suas questões entre amor pela música ou por alguma alma divina e também sobre poesia etc e tal estão lá no melodia em versos... fique a vontade para espiar quando quiser... a e isso da sua saga de "e a fila anda" me deixou curiosa viu, acho que nunca conversei com uma mulher que tivesse tido tantos noivos! Que bom que vc agora encontrou um pra casar né ( e é o que quero agora também,com muito amor é claro, mas nunca dá certo!)! Pra finalizar adorei a sua visita lá no melodia em versos e o seu comentário; me admirou vc "sacar" lendo o meu poema o meu amor pela música! Poucas pessoas tem um "feeling" tão apurado. Seja sempre bem vinda em meu cantinho amiga... beijos!

    AntwortenLöschen
  34. @Fernando F. Fasolisem bom humor ou com bom humor, Fasolito??? hehe

    AntwortenLöschen
  35. @Fernando F. Fasoli Grande Fasoli!!!! Que honra te-lo por aqui (quem ve pensa que nao temos contato direto, haha)
    Bem, meu querido, obrigada uma vez mais por ter participado dessa maluquice, por ter me dado a oportunidade de conhecer tanto o seu trabalho como vc!!! Demorou um pouco, mas acredito que o resultado ficou bacanérrimo!!!! Quem sabe um dia a gente nao toma aquele chopp ainda juntos, né??? Ahh, fiquei curiosa agora, "No silencio do coracao" nao foi definido pela editora como "autoajuda"? ou fui quem viajou na maionese?? O livro do meu amigo José Claudio (que tb comentou aqui) teve o mesmo dilema... era um "ensaio" mas a editora classificou como autoajuda... eu vou corrigir....
    Beijo grande no coracao, amigao!!!

    AntwortenLöschen
  36. rsrsrs...A danada da gripe me pegou tb,desde ontem, no final da tarde, ela veio com tudo...o tempo aqui em São Paulo, tá quente, mais seco e poluído, aí já viu...Tô um zero a esquerda...rsrsrs

    O Pessoal do BB sempre fazem o melhor pelo nosso blog, são 10!

    amiga, estimo suas melhoras e eu tb volto qdo estiver melhor! Atchimmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm

    Tô Fúuuuuuuuuuuuu......

    AntwortenLöschen
  37. Ah amiga, pode ter certeza que eu entendi o seu "desabafo" e concordo com ele! É isso mesmo, tem comentários que nos deixam pensando se a pessoa leu mesmo o que escrevemos ou se só deixou meia dúzias de palavras ( ou menos ) que não dizem nada para ter a visita retribuída... e sabe, eu aprecio sinceridade nos comentários, é o que te dá algum retorno real né no que vc fez, no que vc escreveu... E por falar nisso, o que exatamente fez vc perceber no meu poema o meu amor por música? Foi o poema em si ou a junção dele com a música de Debussy que coloquei junto a ele? Eu fiquei mesmo impressionada com o seu feeling, pq em quase todos os meus poemas praticamente eu dou pistas da minha relação com a música, mas nunca ninguém tinha sacado isso ( ou pelo menos nunca ninguém declarou isso assim para mim ) antes. Eu tenho até lá no arquivo ( pq esse eu já postei faz tempo ) um poema erótico - musical( cheio de termos musicais) que fez o maior sucesso com os meus colegas músicos, pessoas que na maior parte das vezes nem tem um blog e nem comentam nada lá também, mas entram leem e depois comentam pessoalmente os poemas comigo, e sabe, eu acho isso bem legal! Sobre esse poema erótico especificamente um colega músico me disse pessoalmente que quase teve um "troço" lendo-o e o meu lado tímido ficou super sem graça... rs, não sabia o que fazer e desconversei, achei melhor não entrar em detalhes sobre o "troço" dele, kkk. Ah e a fila continua andando viu, rs, mas vc com a sua história de uma fila sem fim que um dia finalmente parou até me deu esperanças... quero muito amiga um amor pra vida, mas não tá fácil, e no final sempre alguém saí machucado, ou os dois né. E o seu marido é alemão? Eu sempre quis morar aí, quem sabe a minha cara metade não tá aí também né? Nunca se sabe! Bem vou parando por aqui pq isso tá virando uma carta já! rs. Beijão!

    AntwortenLöschen
  38. Fernando
    Lendo a resenha da Geyme e a sua entrevista o seu livro me interessou bastante, principalmente pq parece não querer impor nenhum doutrina religiosa para ninguém... Vou coloca-lo em minha listinha de livros para ler... vai ser bom te conhecer como escritor, um beijão e sucesso!

    AntwortenLöschen
  39. Miguita, achei muito legal o Fernando participar das respostas dos comentários. E tem o livro pra vender por essas bandas?
    Ahcei legal também você sacar que a Milene adora música, porque pelo blog eu nunca saquei kkk devo nao ter feeling, como diz ela.

    Fernando, obrigada pela atencao na resposta ao meu comentário, você está sendo bem tratado no Bouqtique ;)

    AntwortenLöschen
  40. @Geyme Lechner
    Foi uma má interpretação da editora... coloca como romance espiritualista ou auto-biografia espiritualista, ou o que você achar melhor, Geyme... mas o rótulo auto-ajuda não me atrai... O resultado da entrevista está ótimo e agradeço a você e aos seus seguidores... um grande abraço.

    AntwortenLöschen
  41. @Milene R. F. S.
    Agradeço o apoio querida Milene... Realmente, não quero impor nada a ninguém. Seja livre e deixe os outros livres... Um grande abraço e boa leitura.

    AntwortenLöschen
  42. @C.
    Olá C.... me explica onde é "essas bandas"?... acho muito importante interagir com os leitores. sim... mas pode adquirir o livro acessando meu site www.fasoli.com.br ... vai autografado, sem frete e com foto
    4x4 como marcador .... rsrsr... e sim estou sendo muito bem tratado por todas essas mulheres maravilhosas e inteligentes da Boutique.... um grande abraço...

    AntwortenLöschen
  43. Fernando,

    eu moro em Viena, na Áustria. Tem certeza no tem custo no frete pra cá? Se for, tô comprando :)

    E obrigada pela parte que me toca no tocante a "mulheres maravilhosas" hehe (pretensiosa que só).

    AntwortenLöschen
  44. Gueimi (vai dizer que nao é assim a pronúncia do teu nome aí na Alemanha?) rss

    Apesar do tempo viver endoidecendo aqui (como hoje por exemplo) é difícil eu pegar gripe, em compensacao tenho a alergia ao pólen, fico ruim a primavera inteiiiira. O médico já me confidenciou que é difícil estangeiro nao pegar alergia em torno de uns 5a morando aqui, no meu caso foi batata. Nesse caso, já tenho alergia há um tempo, porque faz mais de 5a que tô aqui :(

    Eu escrevo os posts e depois me coloco no lugar de leitora... nossa, no último eu quis morrer respondendo aquelas perguntas, e fez muito sentido o que disse sobre responder "sim" a algumas questões, é que te faz ser uma pessoa maravilhosa. Eu sou toda errada, amiga, por isso nao poderia nem chegar perto daquela anamnese e se julgar a maravilhosa, se assim fosse.

    Ahhh nem esquente com os comentários...
    Já notou que tem gente sabe escrever post e nao sabe comentar? Tudo bem que eu fico ressabiada com esses, mas abafa.
    Como disse na Milene e que você leu, é difícil encontrar pessoa bacana atrás de comentário feito nas coxas. A má vontade impera, hei de concordar, é só pessoa interessada em angariar comentários e seguidores.

    Tinha uma pessoa no meu blog que onde quer que eu ia, a via nos seguidores dos outros, porque antes tinha passado no meu, e fica dando festa de comemoração toda vez que atinge um número x de seguidores.
    Nao que o fato de fazer isso me incomode, mas no sentido de ver o quanto a pessoa é pretensiosa, e na vida real as atitudes nao devem mudar, ou seja, pessoa assim pra te passar a perna é facim. Entendeu o que quis dizer? Quanto a interagir com outros eu nao ligo, porque é exatamente esse o objetivo da blogosfera.

    Voltando aos bons comentários, por isso gosto de indicar blogs, lembra aquele álbum que fiz no Facebook? Entao, a Milene era uma que estava lá. Viu como nao erro? Agora já deletei o álbum, mas nao é nada pessoal, viu?

    Te gosto muito, e ainda quero comer um paozinho com alho com você, azar o teu, vai ter que guentar o bafao kkkk

    Bom findiii!

    AntwortenLöschen
  45. * Aquele "viu como eu nao erro" ficou estúpido demais, porque eu erro e MUIIITO!!! kkk

    AntwortenLöschen
  46. @C.Por que vc deletou o álbum??????? O que vc tem contra mim?? hahahaha mó perseguidona!!!! mas é isso mesmo, miga, tem muita podreira pela net, o objetivo é muito legal, mas tem gente que só quer para si sem dar nada para os outros... mas vou parar de reclamar pra nao parecer a véia da praca, hahaha e ó, a gente vai nao somente comer pao com alho, como tomar um bom vinho e descolar um Karaoke pra destruir, (aguenta vc minha voz de caramelo), hahaha Beijooooooooooo

    AntwortenLöschen
  47. @C.
    Claro que mando meu livro para você na Áustria... o frete é por minha conta sim.... até para o Alaska o frete é por minha conta... rsrsrs... quanto mais exótico o lugar que tenho um leitor, melhor... mande seu endereço completo no meu e-mail: fernandof@fasoli.com.br e lhe mando instruções do procedimento... Um grande abraço...

    AntwortenLöschen
  48. @C.
    Claro que mando meu livro para você na Áustria... o frete é por minha conta sim.... até para o Alaska o frete é por minha conta... rsrsrs... quanto mais exótico o lugar que tenho um leitor, melhor... mande seu endereço completo no meu e-mail: fernandof@fasoli.com.br e lhe mando instruções do procedimento... Um grande abraço...

    AntwortenLöschen
  49. Geyme querida, acho que vc tem razão viu, quando diz que acha que eu preciso é de um europeu para fazer a minha "fila" parar... venho pensando nisso já faz algum tempo... se eu testei até não querer mais com os brasileiros e nunca deu certo, talvez o que procuro não esteja mesmo por aqui... e já tinha ouvido falar antes também que os homens daí são diferentes ( no mínimo devem ser mais cultos né, e isso já ajuda ). E vou te falar: eu quero sim ir morar aí, mas agora não dá! Vou ter que esperar um tempo ainda e uma boa oportunidade... estou fazendo um curso de graduação aqui na federal de goiás ( mas eu sou paulista! ) que é o curso que sempre quis fazer, é o curso dos sonhos ( e dos pesadelos também, super puxado, te suga, te exige a alma, mas vale a pena!)e por isso por agora preciso ficar mesmo por aqui. O que quero na verdade é mais tarde tentar conseguir pela faculdade uma bolsa para estudar aí, para um mestrado ou um doutorado quem sabe( acredito que esse possa ser o meu passaporte para morar aí ) e aí é claro que vou visitar vcs! E será que minha fila vai continuar andando sem parar até lá?rs. Bem, o negócio é dar prioridade para o que é mais importante agora né, e deixar as coisas acontecerem quando tiverem que acontecer... Ah e o link para o poema erótico musical que te falei é esse: http://melodiaemversos.blogspot.com/search/label/Milene%20-%20%20poemas%20er%C3%B3ticos. Na página ele é o quarto poema, o do dia 22 de fevereiro. Se preferir há uma outra forma de acha-lo no melodia em versos também, uma forma que considero mais fácil. Tem os marcadores à direita da página lá, vc entra no marcador Milene- poemas eróticos, aí vai dar na página que te passei o link antes. Ah, só mais uma coisa: Não te achei maluca não, te achei é bem inteligente e intuitiva! Beijos amiga.

    AntwortenLöschen
  50. Geyme tem um selinho para vc lá no melodia em versos, na página selos e agrados, sinta-se à vontade para pega-lo quando quiser. Beijão!

    AntwortenLöschen

1. Está vetado o linguajar muito sacana ou ofensivo - salvo exceções bem aceitas, do tipo: xingar o próximo (isso pode!).

2. Se quiser delirar, procure a torcida do flamengo, pois de sacana aqui já basto eu!

3. A gerência de marte agradece a compreensão!

Boutique de Ideias

E você, já pegou no livro hoje?

Ebook de Segundas Intenções na Amazon

eBook Best Seller na Amazon: Segundas Intenções

Oi gentem! Tudo certinho com vocês? Eu não poderia estar melhor! Rezemos! J ;)  A promoção dos meus eBooks na A...

Qualquer semelhança desse blog com a realidade, é pura cagada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilha mais essa asneira também, bro!!!