eBooks Amazon

Traduzir Dê Português para Chinês Traduzir Dê Português para Espanhol Traduzir Dê Português para Italiano Traduzir Dê Português para Françês Traduzir Dê Português para Inglês Traduzir Dê Português para Alemão Traduzir Dê Português para Japonês Traduzir Dê Português para Russo
TRANSLATE

Quanto você pagaria para ter uma vizinha como a minha?



A vizinha turca (do episódio: Um vizinho e um funeral) convidou a gente para um pagode churrasco na casa dela. Depois de o casal idiota aceitar sua generosa oferenda, disse-nos que seria algo no estilo americano. Ao perguntar o que deveríamos levar, recebemos como resposta:
“A carne, o pão, o refrigerante, a cerveja, e é claro: A salsicha!”.
"Para quantas pessoas?"
“Para todas, é óbvio!”
Dãnnmmmnnnnnn (ela faz juz aos turcos, né??)
O casal idiota foi até o supermercado e voltou carregado de quatro sacolas e uma mochila cheia de quitutes alemães. Ansiosos para iniciar a diversão, chegamos à casa de nossa anfitriã pontualmente (pois alemão que é alemão não se atrasa) com o rancho (capaz de alimentar o prédio inteiro) dentro de uma Kombi. Na “festa” havia mais comida do que pessoas. Eu estava com minha calça nova e a pequenina cachorra da vizinha que se sentou em meu colo, menstruada. Como tínhamos levado tudo, senti-me no direito de não fazer serviços braçais, sequer ofereci minha ajuda, afinal, eu não iria pagar por algo que eu mesma havia comprado (sou a favor da ordem e progresso!). Madame Geyme ficou sentada em seu trono com a cachorra (menstruada), enquanto a vizinha trabalhava na cozinha para satisfazer os convidados, meu marido conversava com um robô alemão que não ria nunca, e os dois pequeninos capetas (filhas da vizinha) pulavam nas minhas costas com mãos e pernas.
“Vai ter musica nessa porra festa ou não vai?” A tupiniquim Princesa Geyme perguntou.
“Amor, claro que vai! Eles são todos cools!” - respondeu-me o bom marido. (Cool pra mim é vaca, embora em alemão se escreva Kuh, mas o Kuh me sugere outra palavra no português... e aí meu marido está certo: Eles são mesmo uma cambada de cool!!!)
O IPod que chegou era fantástico, ultimo modelo, tecnologia alemã, 75.8000 funções... Mas a musica não dava pra ouvir, não porque fosse uma bosta ruim, mas porque estava baixa demais. Era sábado, 17 horas de uma tarde cinzenta, quem eles temiam despertar?
Cerveja vai cerveja bem..., depois de três horas de puro tédio, já éramos todos amigos de sangue (na Alemanha esse processo de cachaceiros tarda mais tempo que no Brasil, ainda que aqui, a cerveja seja mais forte...). A conversa rolava frouxa, contei que no Brasil, após dizermos “Oi” perguntamos se está tudo bem com a pessoa, e ainda (se tivermos oportunidade), avançamos para dois beijinhos na bochecha, ou "três pra casar" (como se fazia até a Marie Claire dizer que isso está fora dos padrões de etiqueta)... Ao contar sobre o calor brasileiro, houve um olhar confuso e perturbador na mesa, e em seguida, silencio. Na Alemanha você só pode dizer “Oi” se conhecer muito bem a pessoa, se perguntar como ela está, não receberá resposta, se tentar dar os malditos dois beijinhos, é capaz de chamarem a polícia, se chegar aos três beijinhos então... É tapa na cara ou Cadeira elétrica!!!!
Bem, a vizinha doidona chegou à minha casa no outro dia, dizendo que o velório a festa estava demais, mas que eu deveria corrigir meu comportamento brincalhão e avoado se quisesse me adaptar ao nazismo na Alemanha.
“Aqui não é Brasil!”
É claro que não é... Se fosse, não haveria tantos amarelos, todos iguais, caminhando pela rua. Educação, cordialidade e alegria não seriam demonstrações de imbecilidade, comida não se restringiria à batatas, e nem ela, por comer tantas salsichas germânicas seria gorda feito uma vaca estaria acima de seu IMC.
 
Eu queria mostrar o dedo que fica no meio da minha mão à turca, mas esse comportamento direto dos alemães, que eu deveria ter, não aprendi no Brasil... Então educadamente, disse que daria o meu melhor. Ontem, quando a dita cuja tocou minha campainha, deixei-a plantada na porta...

Pra quem acha que é mentira da doida aqui, dá uma olhada na cena abaixo...


 E aí, quer minha vizinha procê??


Kommentare:

  1. Geyme,não! Não quero sua vizinha para mim.rsrsrsr
    Quanto ao seu texto,divertidíssimo.Aliás,tenho observado que a graça e alegria rondam sempre por aqui.
    Mil beijinhos e viva o nosso Brasil.

    AntwortenLöschen
  2. Essa é a Geyme que eu "conheço". Faz pilhéria até de velório. Eu já desconfiava que não é à toa que turco tem fama de pão-duro, só não imaginava que fosse tão. E o que dizer do comportamento dos chucrutes? Kkkkk. Pelo meu jeitinho escroto, aí eu já teria sido trucidado.

    AntwortenLöschen
  3. Salsicha?!
    Se eu contar isso aqui no sul, a gauchada morre!!! hauhauha
    Bjooo!

    AntwortenLöschen
  4. Hahaha...vixie Maria...quero nao Geyme, morri de rir com teu texto e com a calcinha da "cachorra"...rs!!!
    Bjks querida!!

    AntwortenLöschen
  5. Ó, céus... Ó, vida! Comédias da vida privada!
    Não sei se te contei, mas meu marido morou na Alemanha 6 meses e teve algumas experiências muito parecidas!!! rsrsrs Fui visitá-lo e percebi que os alemães são todos mesmo sem noção, frios, desajeitados... Ele morou lá, mas ficou amigo apenas dos latinos (espanhóis e italianos). Tinha um único alemão no grupo, mas ele tava mais pra italiano do que pra alemão, se é que me entende...
    Desejo paciência e resignação pra vc! rsrsrs beijão

    AntwortenLöschen
  6. Nao ligue, teoria de Murphy, o que é ruim pode ficar pior kkkkk

    Lembrei-me quando fui visitar um casal que mora há uns kilometros daqui, tivemos que pegar trem, mó demora pra chegar no "destino", e chega lá a mocoila ficou sentada na mesa do computador o tempo todo. Esse dia, que foi há uns 4 anos atrás, rendeu um post, inclusive, e tá no meu outro blog que eu fechei.
    Eu costumo tratar as pessoas como sou tratada, hoje em dia nao aceito mais convite nenhum deles. Aliás, eu nao faco mais sala pra dar uma de brasileira educada coisa nenhuma, já que a recíproca nao é a mesma.
    Vejo muita brasileira chegada recentemente e que vai todo lugar o marido leva e enfrenta todas as situacoes constrangedoras, pois eu me nego.

    Mas você conseguiu fazer do limao uma limonada, miguita, e saiu esse divertidíssimo post, fui soltando gargalhadas mil, você é muito funny, adoooruuu.

    Sua última "metáfora" no CaFoFo me deixou boquiaberta, estava inspiradíssima, quase botei aquilo no post (tava melhor que o próprio post!!!), e nao tiraria uma palavra!

    E falando em Alemanha, o verao aí também tá um caos? Aqui nao rendeu nem um diazinho de piscina ainda, nunca vi pior. Onde vim pendurar minahs botas! rsss

    Te gosto pra cacilds, como dizia uma amiga em Barbacena.

    AntwortenLöschen
  7. É, Geyme... De uma situação ruim, vc conseguiu espremer o melhor e nos rendeu ótimas risadas! Amore, meu marido morou em Kassel, perto de Frankfurt, em 2007. Ele fez o ultimo semestre da faculdade em um programa chamado Erasmus. Gostei muito da cidade... Aliás, da limpeza, organização e pontualidade não podemos reclamar. Mas por trás disso estão pessoas muito distantes, bem diferentes de nós. Infelizmente é o preço que se paga pra viver na civilização.
    Vai tentando contornar as situações constrangedoras e aproveita o que de melhor o país pode lhe oferecer! Porque perder sua essência brasileira é quase impossível, não é verdade? Vamos rindo juntos dos acontecimentos e aprendendo com tudo isso!
    Um beijo bem grande e obrigada pelo carinho de sempre!

    AntwortenLöschen
  8. Misericórdiaaaaaaaaaaaaaaaaa, quem tem um vizinho assim, não precisa de inimigos!!!

    Mas como tudo na vida, nada vem de graça, tiramos uma lição de cada fato que nos acontece.

    Agradeço gentilmente sua indicação, mas nem de graça eu queriaaaaa!!!

    Tô fora!! Quero não, posso não....kkkkkkkkkkkkkkk

    Beijokas minha linda e boa sorte nesta terrinha!!!

    AntwortenLöschen
  9. Ah, Geyme, é só olhar sua expressão na foto, ela diz tudo!
    Não entendi direito, vc foi convidada pra um churrasco e quem levou a comida foi vc??? Cara, quer vir comer lagosta aqui em casa? Prometo que prendo o cachorro e aqui não tem criança..rs. Mas isso deve ser hábito de país civilizado, imagino. Nós, os tupiniquins, qdo convidamos alguém não é pra comer às custas do próximo. Coisa de país de terceiro mundo..rs.

    Adorei a fraldinha da Chalotte, está linda.

    Beijo, princiesa.

    AntwortenLöschen
  10. As voltas pelas visitas e leitura dos blog deparei com o seu através do blog da Meire... achei riquíssimo seu texto, aliás não quero esse tipo de vizinho... moro no Japão e os vizinhos por aqui até que são bastante receptivos, quando eles preparam algum prato diferente logo batem a minha porta, quer dizer, vão abrindo, aqui é costume deixar a porta aberta e eles chamam Sumimasen, se atender tudo bem, se não atender... eles deixam o que te trouxeram na porta mesmo.. toda semana meu vizinho do lado me traz 10 ovos (creio que é da sua fazenda, sítio) sou sempre agradecida.. os japones são amáveis, mas é preciso saber ser receptivo também, principalmente educado, disciplinado, mas eu amo os japoneses... aproveitando vou contar algo que vivi na Alemanha, meu pai é Alemão, mas foi criado no Brasil e ainda temos muitos parentes espalhados por ai... quando tinhamos, 9 anos fizemos uma viagem e ficamos na casa de uma das irmas de meu pai em Munique...nos tinhamos hábito de tomar banho todos os dias e até longos... a vizinha do lado do apto... reclamou que so podia ser brasileiro para tomar banho todos os dias e mandou o zelador desligar o relógio, porque disse que gastavamos muita água, havia muito desperdicio... éh, pois é vai entender. mas encontramos também muita gente boa...mesmo em outros tempos, quando eu e minha irmã fomos até mochileira pra Alemanha, até trabalho encontramos... cada país tem suas particularidades...é preciso apenas respeitar e se manter vigilante... Abraços Giovanna

    AntwortenLöschen
  11. Que amor, Geyme! ( o meu vizinho , claro). E eu falando mal de cara só porque ele é meio pão duro.hahahaha! Que que é isso , minha gente? Isso não é vizinha, chama-se tormenta! E quando você disse a cachorrinha, eu pensei que era uma poodlezinha. Isso ai é um bezerro? hahahahah!

    AntwortenLöschen
  12. Mano! (rsrsr) Táquepariu essa vaca da sua vizinha hein??

    aff! fiquei com raiva ao terminar de ler.. o ó,do borogodó,foi a cadelaa menstruada.. aah nao!!

    Sorte aii hein!

    AntwortenLöschen
  13. Ahhh que delícia, aproveite Nuremberg (nao conheco, mas minha amigona morou lá, agora ela mora em Stuttgart). E em Veneza minha irma mora pertinho... (ninguém perguntou né? kkkk)
    Miga, já desisti de viver um verao resplandecente aqui, nao acho que tenha. Só vi verao bom mesmo em 2006, fiquei neguinha, mas depois... só verao meia boca.
    Também me animo em comprar roupa de verao, é uma delícia né! Mas esse ano nao vou comprar nada, sabe por que? Tenho vestidos novos do ano passado que nem cheguei a usar!
    O pior de tudo isso, é que em alguns anos se nao nos cuidarmos, vamos virar uma baleia, é muito frio e um clima propício pra literalmente cair de boca na comida, por isso vivo me puxando a orelha em relacao a isso, nao ia ser feliz gordinha.
    Aproveite seus dias longe do blog, traga novidades pra contar depois pra nós.
    Adorei os codinomes que me deu hehehe Geymoca, um beijo, boa viagem süsse Frau! (nao é que agora somos Frau?) kkkk

    Vou ali agora comer meu cuscuz com rúcula... vou sentir saudade de você, se cuidem!

    (Olha a Gio ali em cima, outra companhia agradável na blogosfera.)

    AntwortenLöschen
  14. Voltei pra agradecer sua linda mensagem e sua visita no meu blog, amei... depois quero responder certinho todas as questões... e aproveite suas viagens, que delicia, amo viajar... esse mes vou fazer algumas viagens , mas por aqui mesmo no Japão... é férias, mas eu tenho muitas atividades na Universidade com os alunos...
    depois nos conta as novidades.um grande beijão pra ti. Gio

    AntwortenLöschen
  15. Geyme, isso é o que eu chamo de vizinha "mau caráter do olho junto" e ninguém, nem ela própria merece alguém morando ao lado assim.
    Primeiro que ouvir música baixa pra mim é a mesma coisa que NÃO OUVIR, então desligue logo a bagaça, po! rsrs Se eu to aí a minha bela língua que não pára dentro da boca ia me por em enrascada! kkkk

    Ri baldes com a história, vc deve achar engraçado agora tbm, mas na hora deve ter ficado louca da vida!

    bjokitas mil :)

    AntwortenLöschen
  16. Não disse que os blogs são pedaços de nós???? Você me deu um momento de prazer e alegria, às custas de seu "velório" (heheheheheh).
    Vizinhos assim , que nem podem ouvir um "oi", têm que ser prestigiados com um sonoro não, quando fazem qualquer convite. Credo, menina!!! Que loucura! Mas tem o outro lado, serviu de inspiração para essa graça (rssssss) de post.
    Bjs.

    AntwortenLöschen
  17. Olá Geyme,
    Quase morri de rir com sua aventura. Cruz, credo! Ter uma vizinha assim, prefiro morrer solitária no deserto (onde não se arranja nenhum vizinho). Prepara-te para uma segundona. Lá pelas tantas, ela convida novamente. O que achas? Queres ir para o Saara comigo? (risos)
    Um grande beijo,
    Maria Paraguassu.

    AntwortenLöschen
  18. Hehehehehe!...

    Pagar??? Pois taí uma coisa que eu não ia querer nem de graça!!!...rsrsrs

    Achava que essas "peças" só existiam em filmes, mas estou vendo que existem também na vida real. Com uma dessas, você aproveita para pagar por aqui mesmo todos os seus pecados, e já vai para o Céu purificada :)))

    Geyme, te conheci hoje no blog da Giovanna, e resolvi conhecer seu blog (ainda bem!)

    Te desejo uma linda e feliz semana.

    Beijinhos,

    Cid@

    AntwortenLöschen
  19. kkkkkkkkkk, nossa amiga, a sua história me matou de rir aqui! E Deus me livre de ter uma vizinha como a sua, já tou achando até que vc merecia é ser canonizada por aguentar essa cachorra mestruada em cima de vc, rs, que coisa mais sem noção a dona da casa permitir isso e não fazer nada, não tirar a cachorra, sei lá!E ainda é super pão dura, meu Deus!rs. E vou te confessar: agora vc me assustou viu, pq eu que sou brasileiríssima e mais do que adepeta dos 2 e 3 beijinhos no rosto ( e se for em um moço- homem muito bonito pq não na boca, rs), acho que ía penar aí viu... a gente tem mesmo uma alegria natural, uma coisa que contagia ( mas que pelo jeito não contagiou muito aí o robo alemão,né, rs ). Eu já sabia que a coisa aí era mais rígida, era diferente, mas não sabia que chegava a tanto... descobri quando estudei alemão uma época, lembro do pronome pessoal Sie usado como segunda pessoa do singular mas de uma forma formal... achei tão esquisito quando me disseram ( na aula ) que usar o vc, o du, era só para os intímos... e ainda bem que provavelmente a sua vizinha não sabe uma palavra de português né, pq se lesse o seu texto iria querer te matar, ahahah. E ela teve mesmo o que mereceu: ficar plantada na porta!rs. Uma amiga minha que morou um ano na Alemanhã, uma vez me disse algo sobre a forma direta ( e sem educação ) de ser dos alemães, a frase foi essa : Lá ( na Alemanhã ), se vc chega sem avisar na casa de alguém podem te botar para fora, sem rodeios, é uma lugar onde cada um vive na sua "bolha". Apesar disso ela gostou muito daí... e eu acho que apesar disso eu iria gostar também. E amiga agora eu é que tenho que pedir desculpas por não ter aparecido antes aqui... o minha net simplesmente saíu do ar por vários dias... um beijo amiga e uma ótima semana pra vc!

    AntwortenLöschen
  20. Já comentei seu post e fica muito feio comentar 2 x, é fora de moda, e eu tô na moda benhêeeeee, kkkkkkk ( pensei que tinha novo post...rsrsrsrsr)


    Entouce...fica aqui meu registro e o desejo de uma ótima semana pra vc e muitas alegrias !!!


    Ps.: Saudações ao seu vizinho!!!! rsrsrsr

    Inté Amiga!

    AntwortenLöschen
  21. Geyme, a recém agora vi a foto abaixo! hauhahua
    Passei o olho rápido e pensei "o que é isso"? Então cliquei e morri de rir!
    Que dia do inferno hein?! hehehe

    AntwortenLöschen

1. Está vetado o linguajar muito sacana ou ofensivo - salvo exceções bem aceitas, do tipo: xingar o próximo (isso pode!).

2. Se quiser delirar, procure a torcida do flamengo, pois de sacana aqui já basto eu!

3. A gerência de marte agradece a compreensão!

Boutique de Ideias

E você, já pegou no livro hoje?

Ebook de Segundas Intenções na Amazon

eBook Best Seller na Amazon: Segundas Intenções

Oi gentem! Tudo certinho com vocês? Eu não poderia estar melhor! Rezemos! J ;)  A promoção dos meus eBooks na A...

Qualquer semelhança desse blog com a realidade, é pura cagada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilha mais essa asneira também, bro!!!