eBooks Amazon

Traduzir Dê Português para Chinês Traduzir Dê Português para Espanhol Traduzir Dê Português para Italiano Traduzir Dê Português para Françês Traduzir Dê Português para Inglês Traduzir Dê Português para Alemão Traduzir Dê Português para Japonês Traduzir Dê Português para Russo
TRANSLATE

Sobre sacolas de plástico e reclamões…


Quando cheguei à Alemanha para viver (isso já tem mais de dois anos), e pela primeira vez fui ao supermercado sozinha, tomei um susto na hora de pagar, pois vi que não havia sacolas para os clientes. Por sorte, um pouco antes de marchar com as compras em mãos, sem haver onde enfiá-las, observei sacolas embaixo do caixa e comprei algumas, pagando aproximadamente 0,10 centavos por cada. Olhei para os outros caixas, queria ver se havia reclamações e protestos, mas não havia nada, tudo estava tranquilo.
Quando meu marido (que é alemão) chegou em casa, fui obrigada a reclamar ferozmente:
- Que muquiranas, pão duros, unhas de fome são esses supermercados daqui! Você acredita que tive que pagar pelas minhas sacolas?
No começo, pareceu-me um absurdo o fato dos supermercados não darem as sacolinhas, mas as terem à venda. A primeira impressão que tive foi a de ter sido enganada, roubada no supermercado, fraudada por causa de quatro ou cinco sacolas, que seriam obrigação do estabelecimento me proporcionar, a mim e a todo e qualquer cliente. Achei um absurdo, reivindiquei comigo mesma, protestei com meus botões, mas não houve jeito, tive que engolir a afronta e me acostumar ao sistema. Nas posteriores vezes que fui ao supermercado, acabei esquecendo de levar minhas próprias sacolas e tive que pagar novamente: 10, 20, 30 centavos, isso é dinheiro de cana! Ok, dinheiro de pinga, mas que o cliente detesta pagar quando não é necessário. Foi-se o tempos de acumular milhões de sacolas dentro de casa, simplesmente por uma questão de praticidade, apenas para jogá-las no lixo quando o acúmulo já é demais...
O cliente não é burro (aliás, ele é, menos quando mexem no bolso dele). Percebi que todas as pessoas (aqui na Alemanha) estão adestradas a fazerem compras, levando consigo sacolas de casa, cestinhas, mochilas, o próprio carrinho. Teimei em esquecer as primeiras vezes, mas hoje as tenho sempre comigo: dentro da mochila, da bolsa, nos próprios bolsos da calça e do casaco, fazendo a mesma sacola circular e render no mínimo trinta vezes, até que arrebenta, e só então, a jogo fora. E digo mais, não é apenas nos supermercados que a regra funciona assim, em qualquer loja, quitanda, farmácia ou padaria, é obrigação do cliente ter a própria sacola. Não tem? Problema dele! O burro só aprende com chicotada nas costas (nesse caso, me refiro ao burro como o ser humano, e a chicotada como mera analogia). Plástico é uma merda fatal para o meio ambiente, feita de petróleo, de substancia não renovável, sua degradação pode levar séculos, sua produção é ambientalmente nociva. Quer mais razões para aderir à causa do que essas? Vá adiante e se informe com alguém mais informado do que você! 

OBS1: Escutei várias reclamações por aí, até em protesto ouvi falar... Cara, brasileiro só protesta quando tem que pagar por algo e seu bolso é injustamente atingido. Parece que o jeitinho brasileiro só funciona para fazer sacanagem... Como o ser humano é resistente às pequenas mudanças, cruzesss... credo... Incrível!! Se o europeus há anos já fazem isso, tenho fé que o brasileiro também conseguirá!

OBS2: Sim, gente, continuaremos precisando das sacolinhas para nossos lixões e lixinhos, mas você (que não é estúpido)  saberá fazê-las render por muito mais tempo, e pensará duas vezes antes de jogá-las fora!

OBS3: Sua atitude salvará o mundo? Claro que não! Sua idiotice muito menos!!!

OBS4: Se haverá empresas exploradas por trás de tudo isso? Ora, of course! Mas para que esquentar a cabeça? Compre suas sacolas (Bios ou não) e as tenha sempre por perto, assim, você dará dinheiro a eles apenas uma única vez!

OBS5: Livraremos o meio ambiente do plástico e de sacolas? Você não é besta e sabe que não! Mas com certeza reduziremos a circulação dessa porra dele!

Dica da tia Lechner: Aprenda a economizar suas sacolinhas e não esquecer de tê-las sempre em mão...!
Sim! Você se acostuma!



Kommentare:

  1. Ah! A falta de sacolinhas plásticas, sem dúvidas, irá salvar o Mundo! Os desmatamentos e as demais poluições estão cagando para isso. Rsrsrs. E para acondicionarmos lixo vamos ter de comprar os sacos pretos, que são feitos de PLÁSTICO, e, só são "biodegradáveis" sob determinadas circunstâncias. Me engana que eu gosto!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. He, he, he...! Eu ainda digo mais, caro amigo Assi: "Ambientalistas descerebrados e população mais ainda, dá num perrengue desses"!
      Como eu já disse antes, e "tu tá de prova", rssss, as catástrofes ambientais acontecem a bilhões de anos, trilhões, zilhões, em todo o universo, isso é simplesmente parte do processo natural de evolução de tudo!
      Sempre foi assim! E sempre será! Com ou sem sacolas, com ou sem poluição, com ou sem ambientalistas ou metidos a tais, cuja "consciência ecológica" nada mais é que pura futilidade afim de preencher o ócio sem despender para isso grandes esforços!
      Para o comércio trata-se apenas de lucro, afinal vender algo que DEVE ser, por ser parte do processo, fornecido junto com as compras, logicamente gera uns trocados a mais e o povo vai mesmo acabar "domesticado", alguns até já estão, e vai pagar por "eco-sei-lá-o-quê" pra enfiar seus cacarecos!
      Antes do homem pousar na lua não existiam sacolas plásticas e eu não me lembro de ter que pagar pelos pacotes de papel nos quais tudo vinha embrulhado, no entanto o comércio não vai fornecê-los novamente pois vê aí nada mais que fonte de lucro anual! Eu faria a mesma coisa oras!
      De mais a mais, o mundo não acaba em dezembro?!?! Ou já mudaram a data?!?!
      Então pra quê a celeuma?!?! Rssss!

      Löschen
  2. As pessoas realmente não entendem que esse é UM COMEÇO!
    Parece que, se não for para resolver TODOS OS PROBLEMAS, então não vale resolver um só. É assim com tudo: se um crime não é punido, quando se resolve punir, as pessoas falam "mas vai punir por isso? isso nunca foi feito!". Parece que nunca chega o momento do START.

    Sobre as sacolinhas... uso as ecobags há 3 anos. 3 anos. (acho elas práticas para carregar, para levar no elevador, etc e tal). E em nenhum desses dias nesses 3 anos fiquei sem sacola pláastica. Elas entram em casa mesmo sem vc querer. Da padaria, da loja de roupa do shopping, de um presente.

    Vai rarear agora? acho que sim. Mas o que custa comprar 10 sacos de lixos apropriados no mês?

    AntwortenLöschen
  3. Geyme, ecológico post. Acá en Perú no te cobran las bolsas, te las dan gratis (pero dicen que son con material reciclado...........será cierto?).

    AntwortenLöschen
  4. Tentarei ser breve.

    Primeiro, aqui sempre se pagou a sacolinha, pois que isto vai para a planilha de custos, isso vai, com certeza.

    Segundo, não creio que seja só burrice, Geyme. É preguiça mental mesmo. Oh! povinho desgraçado de lerdo pra pensar.

    Apoio completamente a causa ecológica, no entanto, não é somente a sacolinha que deva ser massacrada. Obviamente, precisamos começar em algum lugar, ou por alguma coisa, mas o lixo jogado nas ruas vai além de meras sacolinhas.

    Aqui, o descaso é governamental. É como você falou, se não aprende por bem, tem que aprender na "chicotada". Se o povo não colabora e continua poluindo e jogando lixo onde não deve, que seja multado e obrigado a limpar a cáca que fez. Mas, e quem é que tem moral para aplicar essa multa? O governo? kkkk. Esse tá mais sujo que os lixões.

    Não há que se exterminar as sacolinhas, e sim aprender a utilizá-las melhor e, depois, reciclar. Simples.

    E tem mais. Por trás dessa história brasileira de se substituir as sacolinhas comuns por bio-degradáveis, alguns "sortudos" saíram ganhando. Engraçado que eles abriram fábricas dessas sacolas um pouco antes das leis serem aprovadas. Seria jogo de interesses?

    Que se pare de pensar apenas nas sacolinhas e que se leve a sério a questão ambiental. Diminuiu o uso da sacolinha plástica, mas em contra-partida, estão importando LIXO dos EUA e outros países, e descartando em plena natureza a parte não reciclável. Deplorável isso.

    Perdão, Geyme. Tema complexo, e falar pouco é difícil.

    Abraços.

    Marcio

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Aplaudido, amigo Marcio!!!
      É claro que minha opiniao é de acordo com a experiencia que vivo aqui, na Alemanha. Em se tratando de Brasil, com certeza o jogo será diferente... Mas, vigaristas estao em todos os lugares. Eu só compro sacolas duas ou tres vezes por ano, nao enriqueco ninguém!! Mas é claro que com sacolinhas gratuitas ou nao, os problemas continuam, continuarao, e no final, poucas mudancas serao vistas a olho nu, para eles e para nós... O que deveríamos mudar nao sao as sacolinhas, mas o ser humano!!!!

      Beijo grande!!!

      Löschen
  5. Existe sacolas biodegradaveis. Porque os mercados não as fornecem gratuitamente?
    - Quanto a desculpa que ja pagamos. Acreditam que se os mercados pararem de distribuir as sacolas vão diminuir o preço das mercadorias?

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Nao, nao acredito, eu quero mesmo é que os precos subam, que o país fique inflacionado e que idiotas saiam na rua a protestar (pelados, de preferencia).

      Löschen
  6. Amigo Osvaldo, você é IMPAGÁVEL! Kkkk. Expressou exatamente o que eu penso, sem tirar nem por. Uma pergunta que não quer calar: Assim como "umas e outras", vais usar também as ECOBUNDAS (ecobags)? Rsrsrs. Viu aí? Os peruanos dão os sacos! Não é "do peru"? Rsrsrs.
    E, Marcio... PARABÉNS!

    AntwortenLöschen
  7. Oi Geyme!

    Minha cidade (Belo Horizonte), foi a pioneira no Brasil, a dizer um não para as sacolinhas plásticas.

    Já me acostumei completamente com as ecobags, e acho que até estranharia se, por qualquer motivo, as sacolinhas voltassem novamente.

    Beijão pra você, e fique bem.

    Cid@

    AntwortenLöschen
  8. Oi Geyme, eu ainda faço parte da grande maioria medíocre deste país, apesar de ter sido uma da primeiras a adquirir as sacolas de tecido. Tenho varias, em vário modelos, deixo todas no carro e elá ficam, nunca lembro de retirar e na hora de pagar a conta e embalar, lá vão as sacolinha plásticas. As vezes a consciência pesa e eu peço para colocar as comprar em caixa. Bem ainda temos muito o que apreender por aqui.
    Bju

    AntwortenLöschen
  9. Realmente nós temos muito a aprender com os povos sábios e desenvolvido ecologicamente.
    Nós aqui em casa não usamos esse artefato, pois tem uns mercados que não dão as sacolinhas, daí temos que levar caixas ou sacolões que temos em casa.
    Já é um começo, certo?
    Nesta época de chovas no nordeste ficam todos preocupados com as enchentes, mas, sempre jogam as tais sacolinhas no meio da rua para entupir os bueiros. Depois vão culpar alguém.
    Sem mais, com essa, voltaremos na próxima.
    Abraço

    AntwortenLöschen
  10. Dieser Kommentar wurde vom Autor entfernt.

    AntwortenLöschen
  11. O que aconteceu aqui no Brasil é que eles não desenbutiram o preço dos sacolinha nos produtos. Ou seja: Estávamos pagando duas vezes! Isso eu não acho certo! Apoio a causa ecológica com certeza, mas o governo do Brasil é tao fdp, que ele faz ateh disso, uma estratégia de exploração. Eles não dão ponto sem nó por aqui!

    AntwortenLöschen
  12. Mais importante do que os centavos e o impacto ambiental desse nova postura, é a mudança de consciência, a revisão de atitudes, fazer as pessoas perceberem que se cada um não fizer a sua parte (por menos e mais simples que seja), a coisa vai ficar feia para todo mundo (na real já está pra lá de feia).

    ;-)

    JOPZ

    AntwortenLöschen
  13. É amiga, não tem como fugir não! Tá certo que no começo todo mundo se sente meio sacaneado com essa história de ter e levar as suas próprias sacolinhas para os mercados da vida ( afinal estamos mal acostumados, não é?), tá certo também que ninguém vai salvar o mundo assim, mas a longo prazo isso pode sim fazer uma grande diferença no resultado final de nosso meio ambiente. Então o negócio é mesmo ter um pouquinho de boa vontade e se adaptar, para não morrer no futuro afogado em sacolinhas de plásticos( vai saber né, rs ) em um mundo cada vez mais destruído ambientalmente falando. Ah, me desculpa mas eu esqueci da sua resposta quanto ao Rumi lá no blog, mas providencio isso hj mesmo, prometo, rs, minha cabeça anda a mil viu... espero que vc esteja bem, um grande beijo amiga, qualquer coisa, me escreve, até!

    AntwortenLöschen
  14. Amiga, eu voltei aqui agora pra responder a pergunta sua que acabei de ler lá no melodia em versos: não, eu não recebi o teu email! Nossa que estranho. Vou deixar de novo aqui o endereço, vai que eu errei quando te mandei... csmfrs@gmail.com. Me manda o email de novo por favor e prometo que respondo, beijos!

    AntwortenLöschen

1. Está vetado o linguajar muito sacana ou ofensivo - salvo exceções bem aceitas, do tipo: xingar o próximo (isso pode!).

2. Se quiser delirar, procure a torcida do flamengo, pois de sacana aqui já basto eu!

3. A gerência de marte agradece a compreensão!

Boutique de Ideias

E você, já pegou no livro hoje?

Ebook de Segundas Intenções na Amazon

eBook Best Seller na Amazon: Segundas Intenções

Oi gentem! Tudo certinho com vocês? Eu não poderia estar melhor! Rezemos! J ;)  A promoção dos meus eBooks na A...

Qualquer semelhança desse blog com a realidade, é pura cagada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilha mais essa asneira também, bro!!!