eBooks Amazon

Traduzir Dê Português para Chinês Traduzir Dê Português para Espanhol Traduzir Dê Português para Italiano Traduzir Dê Português para Françês Traduzir Dê Português para Inglês Traduzir Dê Português para Alemão Traduzir Dê Português para Japonês Traduzir Dê Português para Russo
TRANSLATE

Blogueiros literários com o olho maior que a barriga...




Para quem não conhece o processo, a cousa é mais ou menos assim:
O autor tem um livro, o blogueiro entra em contato com ele (ou vice-versa) para pedir parceria. A parceria se estabelece da seguinte forma: O autor envia livros (em geral, dois exemplares) um ao blogueiro para a resenha e outro para sorteio.
Faz quase três anos que firmei minha primeira parceria, na época, os blogs literários eram poucos (poucos, porém, fieis), havia certo romantismo e até charme em tudo isso. Tudo que o blogueiro tinha a fazer nesse “acordo” ao receber os livros do escritor era uma mera resenha, falar sobre o livro, dar sua opinião (positiva ou negativa, não importa, desde que coerente). Na parceria não se compra ninguém (se engana quem pensa dessa forma). Aliás, o autor que acredita que blogs literários o ajudarão a vender livros deveria parar de escrever e vender cebolas (eu já não disse isso em algum lugar??).
Bem, estou falando de três anos atrás, mas parece que tudo isso já faz um século...
De lá para cá, os blogs literários explodiram na blogosfera igual pipoca na panela. Não acho isso ruim, o que acho desagradável e desleal é o fato de muitos entrarem em contato com o escritor, propondo parceria (baseada nos critérios mais simples: resenha!) e não cumprirem sua parte depois, alegando todo tipo de titica ou simplesmente desaparecendo do mapa. "Resenha". O mínimo do mínimo. Essa é a parte acordada! O que acontece nos dias de hoje? O blogueiro sai por aí pedindo livros feito louco, tanto a escritores quanto às editoras. Ele recebe não sei quantos exemplares por semana, faz caixinha de correio, mostra sua pilha de livros... até aí, No problem! E onde raios está o problema, então? O problema é que determinados blogueiros levam meses, até anos, para fazer a tal resenha do livro do escritor, se a demora não fosse o bastante, alguns nunca chegam a fazê-la. Esse povo está recebendo mais livros do que consegue ler para deixá-los de enfeite em suas estantes. E o pior? Alguns sequer sabem onde estão os livros que o autor envia. What? Gente, na boa, é um desleixo total! Contando minha experiência no decorrer desse ano, de março de 2012 pra cá (oito meses) de todas as parcerias que fechei, nem a metade delas leu o livro, muito menos fez resenha ou promoção... Peraí, reprisando: o blogueiro entra em contato com o autor, diz que está morrendo para ler o livro dele, propõe parceria... oito meses depois, quando o autor resolve perguntar ao cidadão em que pé anda a leitura, a criatura o responde dizendo que tem uma pilha ENORME de livros para ler e não sabe quando o do escritor será a bola da vez. E se tudo isso não fosse o bastante, o autor ainda recebe respostas assim:
“Geeeyme, perdão, to com um pé na lua e esqueci completamente. Sabe que eu nem sei onde está o livro? Só Deus sabe onde ando com a cabeça. Quando eu chegar em casa vou procurar. Abraços, e mais uma vez mil desculpas.”
Por outro lado, é reconfortante saber que uma semi-cerebrada dessas (que perde livros de parceria), está com o pé a cabeça na lua. Se ela sequer sabe onde estão os livros, nem quero imaginar como  são suas resenhas...).

Quanta verborragia espalhafatória! E a cidadã ainda assina automaticamente seus e-mails com a frase: "Eu sempre imaginei que o paraíso deve ser algum tipo de biblioteca."). Seria engraçado se não fosse tão antagônico, paradoxal, antiético e imoral...
E os fenômenos débil mentais paranormais da literatura prosseguem:
Desculpe, Geyme, mas o seu livro eu recebi justamente quando eu pareiisso de parceria com autores por não estar dando conta, e acredite, o seu não foi o único que eu esqueci de postar a resenha ou não procurei o exemplar. Se houvesse como enviar os exemplares de volta, eu faria isso, acredite, mas a única forma que arranjei para não cometer o mesmo erro novamente foi tomar a atitude de não fechar mais parcerias, com exceção de alguns casos. Mas para facilitar, eu posso enviar os livros para algum parceiro seu aqui do Brasil que não tenha recebido, sem problema algum, acho que ambas ficaríamos mais confortáveis assim. Abraços.
Peraí, alguém me explica? Acho que devo ter cara de babaca: 
Primeiro, a criatura pede livros ao escritor, e somente depois que ela os recebe, desiste de fazer a leitura do mesmo (hein??). Depois, preocupada com o conforto do autor, oferece reenviar os livros (autografados a ela e ao blog dela) para alguém no Brasil... Isso não tem cheiro de arapuca? 
Acho que alguns blogueiros desconhecem que o envio desses exemplares custa tempo, e principalmente dinheiro ao autor, (que em geral já não ganha porra nenhuma nada com a literatura). Eles não saem de graça. Se o blogueiro literário não tem tempo para ler o livro que pediu, não tem dinheiro para enviar o livro pelo correio em promoção (do livro que pediu), trata com descaso a obra (que pediu), pergunto: Por que merda faz um blog literário?
Alguns deles parecem zumbis, mas ao contrario de dizerem “miolos, miolos....” dizem: “livros para não ler na minha estante, livros para não ler na minha estante...” e se rastejam por aí...
Estranha displicência! Não envio livros da Alemanha ao Brasil para encher a estante de nenhum blogueiro abusado! Algum autor faz isso??
 Oi Fulano, você leu o livro que enviei no começo do ano?
“Oi! Ainda não! Desculpa, minha lista de leitura está ENORME, e não consigo ler muito rápido... Obrigado”
Obrigado pelo que? Por minha filantropia de ler um e-mail desses sem mandá-lo a PQP? 
É certo que a displicência dos blogueiros não se mistura na mesma panela, pois ainda existem os bons e comprometidos, mas a maioria em minha opinião só quer mesmo é somar livros, quanto mais melhor, e se chegam de graça, perfeito!
Vejo nas redes sociais muita campanha de “Apoio aos escritores nacionais”, mas pow francamente... Tudo isso está me parecendo um puta pseudo merchandising de BLÁ BLÁ BLÁ & Papo furado. Enquanto “apoiam a literatura nacional” suas resenhas são apenas em torno da literatura internacional e de livros enviados pela NC por editoras. Estou me referindo a todos Blogueiros e dizendo que esse mundo literário é uma merda desgraça? Não tenho muita certeza em relação ao "mundo", mas sei que ainda temos blogueiros literários legais no pedaço, que cumprem sua parte nas parcerias... Escrevi esse post porque To de saco cheio? É claro, pow! 50% das parcerias que fiz resultaram uma tragedia total! (50%?? Isso não pode ser mera coincidência, há uma cagada algo muito fedorento por aqui...)
Se tenho parcerias legais? Caraca, claro que sim: Tenho uma dúzia de escoteiros comprometidos que posso recomendar de olhos fechados e os citaria aqui, sem pestanejar, no entanto, se tiver que (des) recomendar blogs literários que passaram por mim, esse número triplica...

Olho grande deveria dar dor de barriga! Se você tem mais livros do que consegue ler, pelamordoraioqueoparta, não pentelhe ninguém pedindo mais livros... Controle-se!!

E com vocês, El Grand Final:
Peço então, Geyme, se estiver de acordo em fechar parceria comigo, considere o literário com um objetivo mútuo de divulgação e bom resultado. Pra isso preciso de sua foto, biografia, sinopse, links de todas as redes sociais tipo: TT, Fb, skoob, blog, etc. A partir desta parceria, começo a divulgação de seu livro semanalmente nas minhas redes sociais. Alguns autores me ofereceram ajuda de custos, e serviços prestados. Não se sinta obrigada a fazê-lo, digo isso, porque os mesmos me aconselharam a colocar uma taxinha de ajuda. Mas fica a seu critério, ok?

Ok! Acho que vou arrancar os olhos e viajar ao Tibé!


É foda...


Kommentare:

  1. Oi Geyme!
    Gostei do post. O que tenho visto, principalmente pelo Twitter, é que alguns blogueiros ficam pedindo livros e mais livros e kits fofinhos para todas as editoras possíveis, exatamente nesses moldes que vc descreveu: ler, fazer a resenha e divulgar. Não sei qual a porcentagem deles realmente cumpre esse compromisso, mas o que mais aparece são fotos de estantes sobrecarregadas, quartos sem mais nenhum milímetro de espaço livre, todos ocupados com centenas de livros novinhos, que, a mim, mais parece uma sala de colecionador. Não conheço pessoalmente nenhum blogueiro, nem tenho como provar essa "teoria", mas não consigo imaginar como alguém que recebe 10, 20 livros por semana, e compra ainda mais alguns, consegue achar tempo hábil para realizar todas essas leituras... tomara que eu esteja errada, e que eles realmente leiam os livros com a atenção que eles merecem.
    Também entrei na onda dos blogs literários, mas não conhecia esse sistema de parcerias quando comecei. Gosto de ler, amo os livros desde pequena, e não consigo imaginar minha vida sem eles, e meu blog tem o intuito simplesmente de compartilhar esse amor com qualquer pessoa que tenha interesse em literatura. Claro, se acontecer de firmar alguma parceria, ficarei muito feliz, mas não pretendo acumulá-las desmedidamente sabendo que não tenho tempo livre para ler mais q um livro por semana.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Oi Joana!!
      As parcerias dos blogueiros com editoras devem ter muito melhor resultado... Blogueiro prefere mesmo é enganar escritor, fazê-lo esperar, pedir livros para depois não ler... Com as editoras eles não fazem isso, respeitam, pois esperam ganhar livros diferentes toda semana, todo mês... Nao podem "sujar" com elas, com o escritor não tem problema, já que esse leva 1, 2 anos para lançar um novo livro no mercado (e nem sempre seu lançamento interessa ao blogueiro...).
      Bem, vivendo e aprendendo, estou ficando esperta... Espero que outros escritores tb fiquem.
      Beijao!!

      Löschen
  2. Oi Geyme, adorei seu post, e concordo com muita coisa que você escreveu. Percebe-se atualmente que boa parte dos blogs literários virou comércio mesmo, só para aumentar estantes dos blogueiros. Não tive ainda a oportunidade de ler nenhuma obra sua, mas se forem tão bem escritas como o seu blog, parabenizo antecipadamente. Abraços!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Obrigadão, Cris! Bom saber que outras pessoas compartem com essa opinião, que enxergam a mesma coisa que eu...
      Nesse mundo de pseudos intelectuais, quem tem um livro a mais na estante (empoeirado ou não) é rei!

      Beijos!!

      Löschen
  3. Minha querida

    Embora eu possua um blog, não me sinto blogueiro, mas percebo bem que todo o contexto "fofo" que alguns blogueiros dão a entender, são lamentações chorosas de tanto descascar cebolas, mas mesmo assim insistem em escrevê-los.

    Dê graças a Deus que não haja uma resenha de uma obra sua nesses blogs, pois se nada é casual e tudo é causal, você se saiu bem.

    Agora eu entendo uma parcela de culpa de algumas pessoas pelo fato do Paulo Coelho ter se transformado num mortal, tem um monte de blogueiro zumbi escrevendo sobre ele. rsrs

    Todas as desculpas esfarrapadas acerca do seu livro foram poesia, pense pelo lado positivo, sem mentira sobre uma resenha, mentiriam também na resenha e você sabe por que?

    Porque são todos fofos que tem nojo de pelos mas pedem para você adotar um cãozinho, tem sempre uma causa a defender, uns vão a psicólogos e outros são auto didatas e por ai vai.

    Minha cara, eu sei que você não é fofa e tampouco politicamente correta, peça a estas pessoas que deixem o livro em algum lugar público para que alguém que tenha interesse em lê-los o faça e assim você terá sua melhor resenha que é o encantamento da iris de qualquer pessoa que o valha.

    Porque nem originalidade estes blogueiros tem, pois mal intencionado é o nome do livro, substantivo, eles não tinham o direito de torná-lo adjetivo.

    Boas intenções ao mal intencionado!

    Parabéns

    AntwortenLöschen
  4. Oi amigo!!

    Eu não teria usado palavras mais adequadas!! Se voce tivesse aparecido antes de eu ter respondido a determinados blogueiros, teria seguido seu conselho e pedido que deixassem os livros (que enviei) em algum lugar público, mas ao contrário disso, pedi que fizessem uma fogueira com eles(bem, já que eu mesma os queimei ao enviá-los a essa gente, não vi opção mais adequada... rsr).

    Seu perfil no blogger não aparece, é opcional?? Gostaria de ficar em contato, é sempre bom ter pessoas inteligentes e antenadas por perto para trocar umas figurinhas...

    Beijo grandão!!

    AntwortenLöschen
  5. "Eu sempre imaginei que o paraíso deve ser algum tipo de biblioteca."
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, pqp. Imagino o tipo de paraíso que ela almeja então.

    Alguns autores me ofereceram ajuda de custos, e serviços prestados. Não se sinta obrigada a fazê-lo, digo isso, porque os mesmos me aconselharam a colocar uma taxinha de ajuda. Mas fica a seu critério, ok?
    Sim, fica a seu critério, se quiser ter sua resenha publicada no meu blog, então pague por isso!!!

    Realmente é enojante.
    Por isso nunca fechei essas "parcerias" com ninguém. Quem quer publicar alguma resenha sobre meus livros (como já foi publicado aqui no Boutique) o faz por gosto, assim como, ao publicar a resenha de alguma obra no meu blog, o faço pelo mesmo motivo, sem jamais pedir um centavo sequer por isso.

    Por isso que eu digo: o meio literário se tornou uma espécie de caça-niqueis, onde espertalhões só o adentram almejando dinheiro, nada mais.

    Escrevo meus livros pelo simples prazer de escrever e levar minhas histórias às pessoas, se almejasse dinheiro, abriria um puteiro.

    AntwortenLöschen
  6. Cara Geyme, sou aficcionado por livros. Gosto de tê-los, de colecioná-los, até do cheiro deles eu gosto (pode me chamar de tarado, viciado e outras psicoses que não ligo). Venho aqui expressar minha opinião porque também percebo que há dois lados nessa moeda. Sou resenhista por opção, não possuo blog, mas resenho pra ele. Não possuo uma leitura rápida não, mas gosto de parar e reler parágrafos, me deliciar com uma frase bem colocada e também de pesquisar sobre autor e assunto. Muitos dizem que isso é coisa de maluco, que o perfeccionista não passa de um cara frustrado, etc e tal. Também não ligo pra nada disso. Continuo lendo e se possível relendo trechos inteiros só pra ficar com um sorriso estúpido na cara, sorriso este que ninguém entende e muitas vezes até se afastam com medo de que eu os morda.
    Disse tudo isso pra que você saiba que estou de acordo com o que você disse, mas há também diversos autores que nos entregam o livro e querem resenha (e principalmente positiva) senão torcem o nariz e ficam com biquinho. Pelo que li este não é o seu caso. Isso nunca aconteceu comigo (aleluia), mas conheço pessoas que passaram por isso. Não defendo nenhum blog ou blogueiro, quero apenas externar fatos.
    Existem coisas bem piores do que não se fazer a resenha, existem aqueles blogs que sorteiam o livro "doado" e ele nunca aparece, que marcam a data e somem, acho isso o fim da picada, falta de respeito e principalmente desonestidade. Já passei por isso (já li todo tipo de desculpa).
    Sei que para o autor não importa muito ganhar dinheiro (ou talvez até importe, esse negócio de abrir um puteiro como li é desculpa esfarrapada, senão todos teríamos um puteiro), o importante é ser lido pelo número máximo de pessoas, afinal de contas todo autor tem um pouco de narcisista, senão seria melhor deixar as memórias em um diário rs. Quando faço resenha também é assim, a gente quer retorno. Não sei se tenho como aconselhá-la com relação a estas parcerias, mas o melhor seria pesquisar um pouco sobre quem lhe pede (pedir já é um indício de que algo não está legal, porque quem faz um trabalho legal acaba sendo procurado pelo autor e não o contrário), sei que é difícil isso, mas não vejo outra solução.
    Torço para que seu trabalho seja divulgado, sou um daqueles que veste a camisa da literatura nacional, mesmo percebendo que a estrangeira tem um alcance absurdo, inclusive no inconsciente coletivo. E mais, quero parabenizá-la pelo inconformismo e pela coragem de se expor dessa maneira.
    Sorte e sucesso sempre pra ti.

    AntwortenLöschen
  7. Olá querida. Primeira visita aqui no seu cantinho.
    Nossa! Me senti aí, em cada palavrinha sua. Tenho um livro que passei uns 7-8 anos trabalhando nele, pesquisando...enfim! No total, entre o sonho e a realidade, foram 15 anos! E tudo o q vc escreveu já aconteceu comigo! Fora que eu não tenho Editora, paguei pela Edição e tudo mais. Adoro essa ligação de blogueiros e escritores, mas não é justo aquele desespero todo para receber o livro e depois o sumiço. Fiz o mesmo, escrevi pedindo. Um parceiro respondeu:" Nossa! Jura que eu não resenhei, pois então, eu já li no mês passado..ou no outro mês..enfim, já vou escrever sua resenha e mando o link" Até hoje nada. Não é mais meu parceiro e nem sabe. Outra parceira escreveu que já havia feito a resenha(isso depois de quase alguns dias do e-mail) dizendo que apenas faltou enviar o link e ela estava fazendo naquele momento. Detalhe: a resenha era daquele dia do e-mail...e não de antes. Entende? É exatamente como vc falou: resenha não vende livro! Se aceitamos parceira é pq temos um interesse em comum.
    Rodolfo, concordo com vc na parte sobre os sorteios, ganhei um livro em sorteio e acho que nunca vou receber.
    Só nos resta separa o joio do trigo. Há muito blogueiros que conheci que foram mais do que excelentes. Eu sigo com as parcerias só por causa desses tesouros que vamos encontrando pelo caminho!São eles que me fazem continuar, pq se fosse pelos que só querem livros na estante eu já teria parado. A gente acaba tendo amizade com alguns..é muito bom!Agradeço todos os meus VERDADEIROS parceiros. Um grande beijo para vc, querida.

    AntwortenLöschen
  8. Gostei muito do post. Sou blogueira e ando revoltada com a maneira que alguns blogs andam agindo. Isso pega mal pra quem quer fazer algo legal.
    E foi bom, já que acabei de lançar um livro e estou começando parcerias. Agora vou etr o dobro de cuidado com quem escolho como parceiro.

    Beijos,

    Carissa

    AntwortenLöschen
  9. Sou blogueira literária e concordo em numero e grau com seu post. O desleixo de certos blogs é inaceitável. Isso virou mercado barato.

    O que deveria ser uma diversão (afinal meu blog é meu hobbie), se torna movido a interesses e palavras não cumpridas.

    AntwortenLöschen
  10. Excelente postagem, Geyme. Eu não só tive essa decepção, como também encontrei o meu livro à venda no Mercado Livre (livro doado com dedicatória). A conta do sujeito também tinha dezenas de outros livros de escritores iniciantes e pouco conhecidos. Era um blogueiro que vendia os livros que nem sequer os liam e tão pouco resenhavam.
    Mais da metade dos livros que eu entreguei aos blogueiros tiveram resenhas ou qualquer tipo de satisfação. Uma delas até me excluiu do Facebook, achando que eu não iria perceber.
    Ainda acho que a melhor solução é fazer book tour (1 livro passando por até 5 blogs, sorteando o exemplar depois). Se for entregar livros mesmo, que seja com um serviço contratual firmado com jornalista ou publicitário (existe assessoria literária, onde o profissional entrega os exemplares em jornais e colunistas conhecidos e depois presta conta do serviço firmado). O preço do serviço é acessível e até pode ser negociado.

    AntwortenLöschen
  11. Há alguns meses, um espertalhão me pediu 2 livros (parece que virou moda!) sob a condição dele fazer a resenha e providenciar o sorteio.
    Expliquei ao jovem que não tenho livro comigo (e é verdade), mas que poderia cadastrá-lo para um book tour e que autorizaria a promoção, a qual eu compartilharia e cuidaria do envio (afinal, eu tenho que fazer dedicatória nele).
    O rapaz resmungou, dissimulando que não gosta de book tour porque MUITOS AUTORES O PROCURAM PARA PARTICIPAR.

    Mas afinal, não é essa a função de um blogueiro?! Ler muitos livros e fazer as resenhas dos mesmos?? O que dá status a um blogueiro e prestígio a sua página é exatamente a alta quantidade de livros lidos e resenhas produzidas. Se o cara somente aceita fazer resenha dos livros que ganha do autor/editora, isso é visto
    como hipocrisia (e até estupidez). O que precisa estar preenchido é o seu site e não a sua estante.
    Pois é; mais uma pseudo-parceria desfeita (com muito prazer!) antes de começar.
    Prefiro dizer (com orgulho!) que economizei R$70,00 (despesa dos livros comprados na editora e enviados depois por Sedex) a ter que encher o ego e a prateleira de um pseudo-profissional.

    AntwortenLöschen
  12. Oi Geyme, sou autora também e tenho parceria com ótimos blogs literários! Mas também já passei por várias situações desagradáveis junto a blogueiros, e, atualmente, percebe-se mesmo que boa parte dos blogs "literários" virou comércio! E, infelizmente, está mesmo difícil separar o joio do trigo. Já fiz até um post falando também sobre minha experiência e estabelecendo algumas regrinhas básicas para parceria, mas uma boa parte dos que me procuram nunca entraram em meu blog e muito menos leram o post denominado como PARCERIAS e disponibilizado em uma aba exclusiva no blog. Outros, dizem que leram e concordam, mas... somem do mapa! #Lamentável, né?

    AntwortenLöschen
  13. Todo autor nacional sabe que esse post é completamente verdadeiro. Não mando mais livros, não importa se o blog é famosinho ou o diabo, eu JOSIANE VEIGA, autora de 7 livros, NÃO ENVIO LIVROS PARA PARCERIA, SIMPLESMENTE PORQUE EU JÁ FUI LESADA DUAS VEZES.
    Hoje é assim: quer ler? Compra!
    Prefiro sortear livros na minha página para leitores, etc, do que me submeter a ficar na mão de blogueiros.

    AntwortenLöschen
  14. Adorei, me vi dizendo tudo que vc escreveu ..ri pacas também..
    Mas também fico triste em dizer que alguns autores não cumpriram também com o prometido em meu blog, fiz divulgação e escambau aos 4 ventos, e aí depois,cade o livro? Sei lá viu,acho que esta voando nas estrelas porque eu não recebi..mas tudo bem, a vida e o blog continuam.
    bjs

    AntwortenLöschen

1. Está vetado o linguajar muito sacana ou ofensivo - salvo exceções bem aceitas, do tipo: xingar o próximo (isso pode!).

2. Se quiser delirar, procure a torcida do flamengo, pois de sacana aqui já basto eu!

3. A gerência de marte agradece a compreensão!

Boutique de Ideias

E você, já pegou no livro hoje?

Ebook de Segundas Intenções na Amazon

eBook Best Seller na Amazon: Segundas Intenções

Oi gentem! Tudo certinho com vocês? Eu não poderia estar melhor! Rezemos! J ;)  A promoção dos meus eBooks na A...

Qualquer semelhança desse blog com a realidade, é pura cagada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilha mais essa asneira também, bro!!!